HOME > Sudeste

Lindbergh afirma: "prisão de Bolsonaro é inevitável" (vídeo)

'É um trambiqueiro. O bolsonarismo está humilhado', afirmou o parlamentar, que também comentou sobre os índices de aprovação do presidente Lula

Lindbergh Farias | Jair Bolsonaro (Foto: Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados | REUTERS/Bernadett Szabo)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O deputado federal Lindbergh Farias (PT-RJ) destacou nesta quarta-feira (10) que será difícil Jair Bolsonaro (PL) deixar a prisão. "O bolsonarismo está desmoralizado, humilhado. É muita prova. Bolsonaro não tem como não ser preso. É um trambiqueiro", afirmou o parlamentar em vídeo publicado nas redes sociais. 

O petista comentou sobre as investigações da Polícia Federal, que apontaram desvios de R$ 6,8 milhões de Bolsonaro e seus aliados no esquema de venda ilegal de joias. "Está recebendo dinheiro do pai do tenente Mauro Cid (o general Lourena Cid)", complementou o deputado. 

Por lei, presentes dados por governos de outros países devem pertencer ao Estado brasileiro, e não podem ser incorporados a patrimônio pessoal. De acordo com a PF, Mauro Lourena Cid, pai de Mauro Cid, repassou US$ 25 mil em espécie a Bolsonaro.

Na gravação, Lindbergh Farias aproveitou para comentar sobre a pesquisa Quaest, que apontou aprovação de 54% do presidente Lula. "(Houve) melhora entre evangélicos. (Desaprovação) Chegou a 62% em fevereiro. Caiu dez pontos. O governo está mudando a vida do povo mais pobre".

O deputado citou mais uma informação da pesquisa, a de que 51% dos eleitores de Bolsonaro são favoráveis às críticas de Lula ao presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Entre os eleitores do atual chefe de Estado brasileiro, 77% concordam com as observações contrárias à gestão do atual dirigente do BC.

Lula-bolivia-discurso
Lula. Foto: Ricardo Stuckert / PR


iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados