Lula: 'nosso logo, logo ex-presidente sabe que vai perder. Está como Trump nos EUA'

De acordo com o ex-presidente, as urnas brasileiras deveriam "ser modelo para o mundo". "O nosso logo, logo ex-presidente (Jair Bolsonaro) sabe que vai perder"

www.brasil247.com - Luiz Inácio Lula da Silva durante entrevista a jornalistas em Ipatinga (MG)
Luiz Inácio Lula da Silva durante entrevista a jornalistas em Ipatinga (MG) (Foto: Stuckert)


247 - O candidato a presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou nesta sexta-feira (23), no município de Ipatinga (MG), as tentativas de Jair Bolsonaro (PL) em passar para a sociedade a mensagem de que as urnas eletrônicas brasileiras não têm segurança contra fraudes. De acordo com o petista, "se a Justiça Eleitoral e a urna eletrônica fosse capaz de fazer o que o atual presidente fala, um torneiro mecânico e uma ex-prisioneira jamais teriam chegado à presidência".

"Respeito a urna eletrônica. Deveria ser modelo para o mundo. O nosso logo, logo ex-presidente (Jair Bolsonaro) sabe que vai perder. Está como (Donald) Trump nos Estados Unidos arrumando desculpa. Ele (Bolsonaro) ganhou a eleição (2018) e continua dizendo que deveria ganhar no primeiro turno. Partindo desse cidadão qualquer acusação a gente não pode levar muito a sério. A Justiça (Eleitoral) tem muita expertise para cuidar das urnas", disse. 

>>> Lula condena ataque de Bolsonaro à liberdade de expressão: vai querer sigilo de 100 anos na matéria do Uol?

Ao citar Trump, o ex-presidente Lula fez referência ao ataque do Capitólio, que aconteceu em janeiro de 2021, quando o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump (Partido Republicanos), perdeu a eleição e acusou o sistema eleitoral do seu país de ser fraudulento. 

O presidente pelo Republicanos tentou convencer outros políticos a não reconhecerem os resultados e chamou seguidores para uma manifestação que terminou com a invasão ao Congresso norte-americano. Cinco pessoas morreram.

>>> Milton Nascimento, Ziraldo e mais artistas aparecem em novo vídeo do "vira vira voto" para Lula

O ex-presidente afirmou ser contra as Forças Armadas apurarem a votação, proposta defendida por Jair Bolsonaro (PL). Partidos de oposição ao governo denunciaram na imprensa e nas redes sociais a possibilidade de o atual ocupante do Planalto tentar um golpe se for derrotado em outubro. "Não são as Forças Armadas que têm que cuidar de urnas, elas têm que cuidar da soberania nacional. Da nossa riqueza terrestre, marítima, nosso espaço aéreo, nossas fronteiras", acrescentou Lula.

O ex-presidente fez críticas sobre a falta de transparência do atual governo. "Quero saber por que alguém decreta sigilo de 100 anos por qualquer coisa. Em nosso governo tínhamos o Portal da Transparência", disse.

>>> Alckmin vira voto de prefeito tucano de Barueri, uma das cidades mais ricas de São Paulo (vídeo)

O candidato defendeu também a reindustrialização no País. "O Brasil precisa voltar a ser industrializado. A indústria representa menos que 11% do PIB. Indústria forte é emprego de maior qualidade, melhores produtos de valor agregado. A sociedade está com vontade para que esse País distribua livros e não armas, está ansiosa para comer bem, para ter emprego de qualidade. Ela quer que esse País seja reconstruído.

O petista reforçou apoio ao candidato ao governo de Minas Alexandre Kalil (PSD). "Kalil tem condições de fazer mais do que está sendo feito em Minas Gerais. Conheço a administração de Kalil em Belo Horizonte. A transferência de voto não é automática, é processo de maturação".

Intenções de voto

A pesquisa telefônica Ipespe, divulgada nesta sexta-feira (23), mostrou Lula perto de vencer no primeiro turno

A pesquisa Datafolha, divulgada nessa quinta-feira (23), mostrou que Lula aumentou as chances de ganhar a eleição no primeiro turno e continuou com mais de 15 pontos percentuais à frente de Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno. 

Em outra pesquisa Datafolha, divulgada nessa quinta-feira (22), Kalil diminuiu a diferença para o governador Romeu Zema (Novo), que está em primeiro lugar. 

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email