CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sul

Mais de mil horas de voo já foram destinadas ao resgate de vidas no Rio Grande do Sul

Na 9ª reunião da Sala de Situação, novas ações são balizadas e fake news identificadas. Nível de chuvas desta noite (13) é monitorado

Imagem Thumbnail
Reunião da sala de situação, com ministros e autoridades do governo federal, sobre enchentes no Rio Grande do Sul (Foto: Henrique Raynal/Casa Civil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - Desde o início das operações de socorro à população atingida pelas fortes chuvas e enchentes no Rio Grande do Sul, mais de mil horas de voo foram realizadas. A informação foi divulgada durante a 9ª reunião da Sala de Situação, coordenada pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa, nesta segunda-feira (13).

O trabalho das equipes federais no estado segue sob a coordenação do comando militar do Sul. Segundo dados atualizados, as ações realizadas pelos militares de Exército, Marinha e Aeronáutica já resultaram no resgate de 66 mil pessoas e de oito mil animais domésticos.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Entretanto, em meio aos esforços de resgate, o General de Brigada Marcelo Zucco alertou para o impacto das fake news no trabalho das equipes. Notícias falsas têm circulado, prejudicando a eficiência das operações e colocando em risco a proteção e o salvamento de vidas. Zucco ressaltou que a propagação de desinformação tem interrompido as atividades das equipes, que são obrigadas a responder a informações fabricadas.

Em resposta a essa questão, o ministro Rui Costa reforçou o compromisso do governo federal em combater as notícias mentirosas. Medidas estão sendo tomadas para responsabilizar aqueles que espalham desinformação e atrapalham os esforços de socorro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

No que diz respeito aos desdobramentos meteorológicos, os dados apresentados na Sala de Situação indicam mais chuvas para a noite desta segunda e a madrugada de terça-feira (14). As condições climáticas estão sendo monitoradas continuamente para avaliar eventuais ações a serem tomadas no local.

Além das operações de resgate, o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional aprovou 179 planos de trabalho apresentados pelos municípios afetados, representando um repasse de R$ 124 milhões. Outros 67 planos estão em análise, com um custo de R$ 97 milhões. A determinação do governo federal é analisar esses documentos em até 24 horas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Para apoiar os esforços de socorro, doações internacionais estão sendo aceitas nos consulados, embaixadas ou delegações oficiais. Para países que fazem fronteira com o Brasil, o caminho para doações de pessoas físicas pode ser através de Alfândegas e Inspetorias da Receita Federal na fronteira terrestre.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO