CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasília

Cármen Lúcia será relatora do inquérito das fake news sobre as enchentes no Sul

Entre os investigados estão o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), o senador Cleitinho Azevedo (Republicanos-MG) e o influenciador Pablo Marçal

Imagem Thumbnail
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Sputnik – A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmén Lúcia, será a relatora do inquérito que apura mentiras e fake news sobre as enchentes do Rio Grande do Sul.

O procedimento foi instaurado nesta quarta-feira (8) pela Polícia Federal (PF), por determinação do ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Entre os investigados estão o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), o senador Cleitinho Azevedo (Republicanos-MG) e o influenciador Pablo Marçal, que postaram conteúdos falsos levantados pela PF.

A decisão de abrir o inquérito ocorreu após o comandante militar do Sul, o general Hertz Pires do Nascimento, destacar os impactos causados pelas fake news, em reunião de emergência com ministros realizada ontem no Palácio do Planalto.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

O pedido para a abertura de investigação foi feito pela Secretaria de Comunicação da Presidência ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O ministro-chefe Paulo Pimenta informou que as as notícias falsas envolvem ações dos governos federal, estaduais e municipais sobre o trabalho de resgate e a recuperação da região.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Mais de 1,4 milhão de pessoas no estado foram prejudicadas pelos temporais, que chegaram a atingir a média esperada para cinco meses em algumas partes do Rio Grande do Sul.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO