CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Sul

Governo Federal coordena recebimento de doações internacionais para vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul

Agência Brasileira de Cooperação, vinculada ao Ministério das Relações Exteriores, tem liderado o gerenciamento das ofertas de ajuda internacional

Imagem Thumbnail
Embarque de doações para o Rio Grande do Sul (Foto: Guilherme Pereira / PMC)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Agência Brasileira de Cooperação (ABC), vinculada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), tem liderado o gerenciamento das ofertas de ajuda internacional destinadas às vítimas das enchentes que assolam o Rio Grande do Sul. 

Nesta linha, a cidade de Canoas (RS) recebeu, no domingo, 12 de maio, a primeira parte da doação feita pela ONG estadunidense Samaritan's Purse, composta por 10 estações de purificação de água com capacidade de 400 mil litros por hora, seus materiais e componentes, e outros bens emergenciais.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Os equipamentos poderão fornecer água potável, no total, para até 100 mil pessoas. Além de ter o apoio da ABC/MRE, a operação contou com a participação do Ministério da Defesa, Defesa Civil, Receita Federal e Polícia Federal.

Para garantir uma distribuição eficiente e coordenada dos recursos, diversos órgãos governamentais brasileiros se uniram ao esforço humanitário. O Ministério da Defesa, Defesa Civil, Receita Federal e Polícia Federal contribuíram para facilitar a chegada e o armazenamento dos suprimentos na Base Aérea de Canoas.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Além da Samaritan's Purse, outros países também destinaram ajuda humanitária para os afetados pelas cheias no estado gaúcho. O Japão ofereceu uma gama de itens essenciais, como barracas de acampamento, colchonetes, cobertores, galões portáteis, lonas plásticas e purificadores de água. As doações foram recebidas pelo Comando Operacional Conjunto e a ABC/MRE está coordenando os próximos passos para garantir a entrega eficiente desses recursos.

A solidariedade internacional também se estendeu além do continente asiático. A Câmara Britânica de Comércio (Britcham) contribuiu com a divulgação de canais oficiais para a população e empresas ajudarem e, paralelamente, algumas empresas associadas à Britcham realizaram doações financeiras. Além disso, o Reino Unido expressou interesse em dialogar com o Itamaraty sobre futuras ações bilaterais para gerenciamento de riscos e desastres.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Enquanto isso, o Paraguai, na Presidência Pro Tempore da Reunião de Ministros e Altas Autoridades de Gestão de Riscos e Desastres do Mercosul, está em comunicação direta com o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil do Brasil.

Os esforços conjuntos não se limitam apenas à resposta imediata, mas também envolvem o compartilhamento de informações e recursos para fortalecer a capacidade de prevenção e resposta a desastres no futuro. Grupos de trabalho sobre serviços hidrometeorológicos e alertas antecipados do Mercosul estão ativos, buscando garantir que os países membros estejam preparados para enfrentar os desafios decorrentes das mudanças climáticas.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

Relacionados

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO