"Bolsonarismo está decrescente", diz Amoêdo

O ex-candidato à presidência e líder do partido Novo, João Amoêdo, afirmou também que Jair Bolsonaro "se isola ao atacar as instituições. Se isola do Congresso, do partido e acaba se restringindo a um núcleo familiar"

João Amoêdo
João Amoêdo (Foto: Reprodução/Facebook)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato à presidência da República em 2018 e líder do partido Novo, João Amoêdo, em entrevista ao Estadão, disse que o bolsonarismo está decrescente e que Jair Bolsonaro está se isolando em seu núcelo familiar.

O ex-candidato afirmou que os ataques de Bolsonaro às instituições promovem seu isolamento. "O bolsonarismo foi muito forte na polarização, mas está decrescente. Bolsonaro se isola ao atacar as instituições. Se isola do Congresso, do partido e acaba se restringindo a um núcleo familiar. Esse processo vai continuar e vai desgastar o bolsonarismo".

Ele ainda confirmou que o antipetismo vem diminuindo na sociedade. "As pessoas estão virando a página do antipetismo".

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247