HOME > Economia

“Brasil vive grande janela de oportunidades”, diz Mercadante a empresários espanhóis

O presidente do BNDES mencionou a importância dos investimentos em descarbonização

Geraldo Alckmin (vice presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços), Lula (presidente da República, Fernando Haddad (ministro da Fazenda) e Aloizio Mercadante, do BNDES (Foto: Joédson Alves/Agência Brasil | REUTERS/Paulo Whitaker I Gabriel Souza/BNDES )

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, afirmou nesta segunda-feira (24), na Espanha, que o do G20 em melhores condições para atrair investimentos. O dirigente citou a descarbonização da economia como um setor que pode ajudar muito o crescimento econômico nacional. "O Brasil está vivendo uma grande janela de oportunidades", disse. 

Neste terceiro mandato do presidente Lula, o governo lançou, por exemplo, o Mover (Programa de Mobilidade Verde e Inovação), para empresas do setor automotivo que produzirem carros de passeio, ônibus e caminhões menos poluentes. O Mover prevê um total de R$ 19,3 bilhões de créditos financeiros entre 2024 e 2028, que podem ser usados pelas empresas para abatimento de impostos federais.

"O verdadeiro risco do Brasil é você ir para lá e não querer mais voltar", disse Mercadante, que também citou números da economia nesta terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para atrair novos investimentos ao Brasil. 

"Estamos com a menor taxa de desemprego dos últimos 10 anos, 7,4%. Com o maior volume de trabalhadores empregados da história econômica do Brasil, 100 milhões de empregados. Geramos, em um ano e meio, 1,75 mi de trabalhadores com carteira assinada. O poder de compra da massa salarial no Brasil é recorde. A renda básica média da população, há 12 meses, cresce a uma taxa de 6,1%".

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Relacionados